Próximos eventos
Dia Internacional das Pessoas com Deficiência
Em 1992, a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou o dia 3 de Dezembro o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, com o objectivo de atrair a atenção para os problemas das pessoas com deficiência, proteger a sua dignidade, os seus direitos e o seu bem-estar, salientando os benefícios resultantes para a sociedade em relação à sua participação na vida política, social, económica e cultural.

A Convenção das Nações Unidas sobre os direitos das pessoas com deficiência estipula o princípio do respeito das características específicas das pessoas com deficiência e o principal - a sua percepção como parte da humanidade. A sociedade deve entender que o problema principal de uma pessoa com deficiência não é a ausência de uma cadeira de rodas ou dispositivo protético e nem mesmo a pequena pensão, o principal para eles é ter a oportunidade de usar o direito de viver, de obter educação, de ser empregado, e possibilidade da auto-realização. Talvéz sabe que representantes tão marcantes da humanidade como os compositores Frederic Chopin, Johann Sebastian Bach, os pintores Leonardo da Vinci, Claude Monet, Edgar Degas, a bem conhecida atriz francesa Sarah Bernhardt e muitos outros tiveram sérios problemas de saúde, mas suas realizações são conhecida por todas as pessoas no mundo, e isso não impediu-os de se tornar "grandes".

Não é um paradoxo que Ludwig van Beethoven tivesse problemas graves de audição. Um dos presidentes dos EUA - Franklin Roosvelt, teve um dano severo de aparelho de apoio-motor e toda a sua vida se mudou em uma cadeira de rodas. O famoso cientista britânico de física, o autor da teoria dos "buracos negros", o professor Stephen Hawking, que é chamado de Einstein moderno, e que por mais de 40 anos está confinado a uma cadeira de rodas e pode se comunicar com o mundo apenas com a ajuda do sintetizador de fala de computador, tomou um vôo em uma aeronave especialmente construída, a fim de experimentar o estado de gravidade zero. Basta imaginar que tendo essa incapacidade grave Hawking pesquisa as leis fundamentais do Universo! Ele, o oitavo gênio da lista de "100 gênios contemporâneos", continua a viver a vida plena, aprende as coisas novas e compartilha seu conhecimento com o mundo!

Por isso mesmo, temos que fazer a nossa sociedade mais civilizada, tal, em que a deficiência não será um estigma com profundo isolamento social e distância.

É importante que o governo e as organizações não governamentais e as empresas privadas prestem atenção às medidas encorajadoras e inovadoras destinadas a aplicar as normas e regras internacionais em relação às pessoas com deficiência. As escolas, universidades e outras instituições de ensino devem fornecer as condições necessárias para a sua educação. Os meios de comunicação de massa também podem fazer uma contribuição especialmente valiosa para o apoio das pessoas com deficiência, não só no Dia Internacional das pessoas com deficiência, mas também ao longo do ano para distribuir as informações sobre deficiência, insuficiência de serviços médicos, imperfeição da educação e treinamento profissional; Informar sobre as realizações e os problemas na execução da política social, sobre os programas e projetos destinados a apoiar as pessoas com deficiência, promover o arranjo pela sociedade da necessidade de não só um tratamento humano abstrato das pessoas com deficiência, mas de certa ajuda nas ações, porque sua atividade é restrita pelas barreiras físicas, sociais, psicológicas e outras.

Vivemos na época das altas tecnologias e das comunicações informáticas. É a oportunidade única de utilizar todas as condições para a vida plena das pessoas com deficiência, de lhes proporcionar emprego e de utilizar toda a sua capacidade intelectual.

No início do século XXI, deixar uma parte considerável da população da Terra para além da sociedade não é simplesmente uma tragédia, é um crime! E cada pessoa deve decidir por si mesma o que pode fazer para a gente que desafia o destino e se eleva acima de si todos os dias.
Made on
Tilda