"Liderança e influência: Incorporação dos direitos humanos nas regras e relações que impulsionam a economia global"
O Conselho de Direitos Humanos da ONU, nos termos do parágrafo 12 da sua resolução 17/4, estabeleceu o Fórum para servir como uma plataforma global chave para que as partes interessadas "discutam tendências e desafios na implementação dos princípios orientadores e promovam o diálogo e a cooperação sobre questões ligadas a negócios e direitos humanos". É orientado pelo Grupo de trabalho sobre negócios e direitos humanos.

Nome do Fórum: "Liderança e influência: Incorporação dos direitos humanos nas regras e relações que impulsionam a economia global"

O Fórum deste ano conta com 2.500 participantes inscritos. 55% dos participantes são mulheres e 45% homens. Repartição por grupo de partes interessadas: O Fórum das Nações Unidas é o maior encontro anual de negócios e direitos humanos do mundo, com cerca de 2.500 participantes de governos, empresas, grupos comunitários e sociedade civil, escritórios de advocacia, organizações de investidores, órgãos da ONU, organizações nacionais de direitos humanos, sindicatos, universidades e mídia.

Estrutura da delegação russa:

Rede russa dos contratos globais das Nações Unidas

Aliança Internacional de Projetos Estratégicos dos BRICS

Organização internacional da caridade para a provisão da ajuda às pessoas com deficiência "Vela da esperança"

Mulheres de negócios da Rússia

Associação de Empresários-Muçulmanos da Federação Russa

Severstal

Surgut-Neft

L.N. Zelentsova apresentou o relatório "Negócios e direitos das pessoas com deficiência" em um dos eventos do Fórum.A delegação russa foi recebida por A.N.

Borodavkin, representante permanente da FR no Escritório das Nações Unidas em Genebra.


Свод печатных изданий Королевства Бахрейн, осветивших работу российской делегации (с фотографиями):
http://bccibahrain.tumblr.com/

Made on
Tilda